Arquivo & Museu da Resistência Timorense


Carta de Princípios do Arquivo & Museu da Resistência Timorense

AMRT - Logo

Projecto de Salvaguarda da Memória Histórica, de Desenvolvimento, de Cultura e de Paz

O Arquivo & Museu da Resistência Timorense (AMRT), criado em 2005, é uma entidade especialmente vocacionada para a preservação da memória e do património histórico nacional e para a divulgação dos valores da Luta de Resistência do Povo de Timor-Leste. especialmente junto das camadas mais jovens.

Para o efeito, o AMRT assume-se como um protagonista cultural que se propõe realizar, promover e patrocinar acções de natureza cultural, científica e educativa nos domínios da preservação e divulgação da Memória da Luta de Resistência do Povo de Timor-Leste, do reconhecimento e valorização social dos Veteranos, da consolidação da identidade nacional, da história contemporânea de Timor-Leste e da promoção da Paz e do respeito pelos Direitos Humanos.

Com estes objectivos, o AMRT pretende consolidar a sua acção nos seguintes domínios principais:

  • Organizar as novas instalações do AMRT em moldes que garantam a sua adequada utilização por todos os visitantes, Veteranos, Jovens, Investigadores e público em geral;
  • Promover e apoiar iniciativas que contribuam para a preservação e divulgação da Memória da Resistência em todo o território nacional e no estrangeiro;
  • Assegurar o funcionamento de um serviço educativo que permita trazer as escolas, os professores e os estudantes ao conhecimento e plena utilização de todos os documentos e outros materiais organizados e disponibilizados pelo AMRT;
  • Apoiar tecnicamente as acções necessárias à preservação e valorização dos sítios e dos abrigos significativos da Luta de Libertação Nacional;
  • Continuar a recolher e tratar a documentação das várias frentes da Resistência, disponibilizando-os adequadamente à consulta pública;
  • Organizar a recolha de testemunhos orais de Combatentes da Libertação Nacional, articulando-os com os necessários critérios históricos e cientícos;
  • Executar e participar em projectos de formação e de investigação em domínios concernentes aos seus fins, promovendo, designadamente, acções de estudo e debate sobre a História Contemporânea de Timor-Leste;
  • Realizar, promover ou patrocinar actividades editoriais orientadas para o cumprimento dos seus fins;
  • Instituir prémios ou conceder bolsas de estudo compatíveis com os seus fins e capacidade financeira;
  • Incrementar o desenvolvimento de projectos de divulgação da Memória da Resistência e das actividades do AMRT na Internet;
  • Estimular a cooperação cultural, educativa e científica no âmbito da Comunidade de Países de Língua Portuguesa (CPLP) e dos países vizinhos;
  • Estabelecer parcerias que melhor permitam o desenvolvimento dos seus fins.

Neste sentido, importa reforçar de modo consistente a articulação do AMRT com os sectores estatais responsáveis pelos Veteranos, pela Educação e Cultura e pelo Turismo.

Do mesmo modo, entendemos essencial a criação de laços de estreita colaboração com as Universidades nacionais e estrangeiras.

Para tanto, o AMRT pretende assumir-se com a adequada autonomia organizativa e científica, sem discriminações e aberto às contribuições nacionais e internacionais que melhor permitam o cumprimento dos seus objectivos.

Dili, 30 de Agosto de 2011
A Comisssão Instaladora do Arquivo & Museu da Resistência Timorense

   Página 1 de 1  

| Arquivo & Museu da Resistência Timorense | Cronologia | Documentos da Resistência Timorense | Combatentes da Libertação Nacional | Fundação Mário Soares | Multimédia | Textos | Apoios | Notí­cias de Timor-Leste | Links | Ficha Técnica | Contactos | Mapa do Site | 

Valid CSS! Valid HTML 4.01 Transitional